19 de abr de 2010

É BOM REVIVER O PASSADOO...


Fico aqui olhando o tempo desenho coração na areia, mas nada de minha tristeza sumir, penso rápido mas nada resolve, lá no fundo me falta algo. Não sei dizer o que realmente me falta.

A SAUDADE é traiçoeia, bandida, vem sem pedir licença, para tirar minha alegria, passo horas relembrando o passado, minha cabeça da voltas e cada vez mais rapidas.

Decidi escrever no papel já que na areia não apaga está saudade bandida, que me maltrata por dentro, deixando um vázio horrível, sem voltade de sorrir.

Escrevo sem parar, nem sei o que escrever, as palavras vem surgindo, formando frases sem sentidos, para muitos, mas para mim elas tem seu sentido dos mais variados possiveis. Pode pensar que paranoica, Paranica nada, estou apenas sem rumo e resolvi desgovernar as palavras, deixando as sem sentido

Deito-me no chão fico a pensar na vida, me imagino vestida com uma roupa de borboleta, queria poder ser uma e viajar entre as belezas da natureza, pousar nas mais belas flores, voar bem alto, assim, ficar longe deste mundo triste, que faz tanto mal a mim.

Juntos meus pés, tentando achar uma saida para está agonia, a qual não me pertence, fico a olhar ao vacuo que tenho a minha frente, minha vida passa por mim em minhas lembranças, infância, adolescencia e a juventude que a pouco tempo faziam parte de mim.


Releio o que escrevi no passado, dou risadas das cartas que escrevi, as quais nunca chegou ao destinatário, bem ele nunca soube que eu existi.
Se soube fez vista grossa, bem que certo dia alguém se aproximou disse baixinho, como você está bonita. Continua a menina de quatro anos atrás, só que neste momento não dei importância, passado uns minutos caiu a fixa era ele, tinha mudado tanto, que nem reconheci.


Ele se foi sem dizer adeus, cada um tomou seu rumo, ele se formou em Administração eu em Jornalismo, ele construiu sua família, já eu continuo estudar, para apagar da minha mente aquele amor de criança que pendura até hoje.

Se eu pudesse voltar no tempo enviaria as cartas que escrevi, faria tudo de outra forma, diria a ele o quanto a amava e o amo. Mas fizemos nossas escolhas e só nos resta aceitar.
Cada um  foi  viver sua escolha feita, sei que a maior culpa foi minha, pois eu sabia que ele me amou muito, mas por medo, não sei dizer a verdade, deixei escapar meu GRANDE AMOR.
Hoje me resta as lembranças das poucas vezes que conversamos como bons amigos, fico relembrando cada palavra dita por ele, as vezes que somente sorriamos do nada, das caminhadas entre as ruas de nossa cidadezinha, perdida lá no norte do Brasil.

Este mês ele fez aniversário, data que jamais iri esquecer, como me esquecer algo tão importante, o dia que nasceu meu único amor.

Único e será sempre o único, pois ele é insubstituivel.

Queria ser uma criança novamente, crescer lentmente assim faria tudo de outra maneira, tentria compreender mais meus sentimentos, não os esconderia seja de quem for, pois se eles existem é por algum motivo.
Um dia seu avô me falou, o mundo da voltas, a terra gira e junto destes efeitos da natureza vocês ficarão juntos, ele se foi e cada um de nós tomamos rumos opostos.

Mas as palavras de seu velho Vô jamais esquecerei, se ele tem razão não sei. Vai que ele falou a verdade não custa-me acreditar.

 
Eu chegaria perto de você e diria somente está FRASE....

2 comentários:

cristina disse...

palavras lindas, eu sei o que amar alguém por muito tempo,passei 20 anos longe de meu primeiro amor que ainda vive dentro de meu peito, hoje nos encontrando cada um com uma vida diferente, mas o meu sentimento por ele é como se fosse o da primeira vez é muito dificio amar quem esta longe de nós.

Anônimo disse...

Muito Linda a msg .Eu tbm Hoje vivo com um amor guardado aqui ♥ ...não sei se um dia reviverei! Mas enfim enquanto Deus permitir estarei aqui !